quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Respostas dos exercícios

Livro de Filosofia
Página 311


1) Sintetize e compare os conceitos antigo e moderno de política.
R: O conceito grego de política como esfera de realização do bem comum tornou-se clássico e permanece até nossos dias, mesmo que seja como um ideal a ser zelado. O conceito moderno de política, conforme assinalou o filósofo político italiano Norberto Bobbio está estreitamente ligado ao de poder.


2) Poder é a posse dos meios que levam à produção de efeitos desejados. Explique essa afirmação.
R:Poder vem do latim potere,posse “poder, ser capaz de”. Refere-se fundamentalmente à faculdade, capacidade, recursos para produzir certos efeitos, segundo o filosofo inglês Bertrand Russell poder é a capacidade de fazer com que os demais realizem aquilo que queremos, Assim a frase “poder é a posse dos meios que levam à produção de efeitos desejados”,quer dizer que quem tem poder manda.

3) Comente a afirmação de Norberto  Bobbio de que o poder político é o poder supremo numa sociedade de desiguais.
R: Bobbio desenvolve o argumento de que o poder econômico é fundamental para que o mais rico subordine o mais pobre, assim como o poder ideológico é necessário para conquistar a adesão da maioria das pessoas aos valores do grupo dominante. No entanto, só o uso do poder político, da força física, serve, em casos extremos, para impedir a insubordinação ou desobediência dos subordinados. E nas relações entre dois ou mais grupos poderosos, em termos econômicos ou ideológicos, o instrumento decisivo na imposição da vontade é a guerra, que consiste no recurso extremo do poder político.

Página 315
4)Analise e comente o conceito de Max Weber para Estado.
R: A partir de Weber, podemos derivar o seguinte conceito: Estado é a instituição que, dirigida por um governador soberano, reivindica o monopólio de uso legítimo da força física em determinado território, subordinando os membros da sociedade que nele vivem.

5)Em que sentido podemos falar de uma contraposição entre sociedade civil e Estado?
R: na linguagem política contemporânea, tornou-se comum estabelecer a contraposição sociedade civil e Estado. Nessa contraposição, o Estado costuma ser entendido como a instituição que exerce o poder coercitivo (a força) por intermédio de suas diversas funções, tanto na administração pública como no Judiciário e no Legislativo. Por sua vez, a sociedade civil costuma ser definida como o largo campo das relações sociais que se desenvolvem fora do poder institucional do Estado.

6) Qual deve ser a função dos partidos políticos em relação à sociedade civil? Em sua opinião eles cumprem essa função no Brasil?
R: Trabalhar para o povo com os serviços sociais que devem ser prestados,pra ajudar o nosso pais a crescer,mas infelizmente não é o que acontece na  verdade o que se faz é quadrilhas ,que só atrapalham as nossas vidas,rouba nosso dinheiro.Dando sempre uma jeitinho de inventar novos impostos e ganhar dinheiro sem trabalhar como deveria.

7)Regime político é o modo característico pelo qual o estado relaciona-se com a sociedade civil.Como se relacionam com a sociedade civil os regimes político democrático e ditatorial?Detalhe suas características.
R: O que têm em comum essas três formas de poder poder econômico, poder ideológico, poder político é que elas contribuem conjuntamente para instituir e manter sociedades de desiguais divididas em fortes e fracos, com base no poder político; ricos e pobres, como base poder econômico; em sábios e ignorantes, com base no poder ideológico. Genericamente, em superiores e inferiores. Como poder cujo meio específico é a força, de longe o meio mais eficaz para condicionar os comportamentos, o poder político é, em toda a sociedade de desiguais, o poder supremo, ou seja, o poder ao qual todos os demais estão de algum modo subordinados.
CARACTERÍSTICAS DE UMA DEMOCRACIA
- liberdade individual
- igualdade perante a lei sem distinção de sexo, raça ou credo
- direito ao voto
- educação
- direito ao livre exercício de qualquer trabalho ou profissão

 características de um ditatorial
- Cassação de direitos políticos de opositores;
- Repressão aos movimentos sociais e manifestações de oposição;
- Censura aos meios de comunicação;- Censura aos artistas (músicos, atores, artistas plásticos);
- Aproximação dos Estados Unidos;- Controle dos sindicatos;
- Implantação do bipartidarismo: ARENA (governo) e MDB (oposição controlada);
- Enfrentamento militar dos movimentos de guerrilha contrários ao regime militar;
- Uso de métodos violentos, inclusive tortura, contra os opositores ao regime;



Página 325

8)Destaque os aspectos do pensamento político de Platão que culminam com a idéia de um rei-filósofo.
R:Ele não propunha a democracia como a forma ideal de governo e na sua justificativa  para essa posição esta em sua alegoria da caverna. É saindo do mundo das trevas e da ilusão,busca o conhecimento e a verdade no mundo das idéias.Depois deve voltar para dirigir as pessoas que não alcançaram esse ponto.


9)A base do pensamento político de Aristóteles e a afirmação de que o ser humano é por natureza um animal político.Explique:

A)como ele chegou a tal conclusão:
R: Pois,para sobreviver,não pode ficar complemente isolados de seus semelhantes;

B)como essa conclusão vincula-se à idéia de que o objetivo da política é o bem comum,e o que é o comum pra ele.
R: Os anseios  dos individuo que a organizam.

10) A partir da idade media, que relação se estabeleceu no pensamento político entre a idéia de Deus e a de governante?Que teoria se formulou a seu respeito no inicio da idade moderna? Explique-a.
R: O governante eleito de veria fazer tudo de acordo com a lei de Deus ou seja de acordo  como a” igreja “desejava.Já no inicio da idade moderna o governante não fazia mais como“DEUS” queria mas sim como ele achava correto.


11)O realismo politico de Maquiavel inaugurou uma nova maneira de pensar a politica.Que maneira foi essa?Como essa novidade se expressou?
R:Maquiavel observou que havia uma distancia entre o ideal de politica e a realidade politica da época.Então escreveu um livro "O Príncipe"com a ideia de tratar da politica tal como ela se dá,ou seja,sem pretender fazer dela uma teoria politica ideal,mas ao contrário,entender e esclarecer a política real.

12)Hobbes entendia que o''homem é o lobo de próprio homem''.Explique essa tese e como ela o levou á sua concepção de Estado?
R:Hobbes concluiu em sua investigação que o ser humano embora viva em sociedade,não possui o instinto natural de sociabilidade.
Então cada um vê outras pessoas como concorrentes,e quando não tem controle sobre ela,passa a existir uma competição até que ela consiga dominar a outra.Essa consequência irá gerar um estado de guerra,daí a frase.
Só havia então uma forma de dar fim a essa brutalidade,criando o Estado que iria impor ordem e direção.

13)Locke e Rousseau também formularam suas teorias contextualizadas acerca da origem do Estado,polemizando em grande parte as concepções de Hobbes.Discorra sobre as teorias ,procurando destacar os aspectos desse debate.
R:Locke fez uma reflexão mais moderada a respeito da teoria de Hobbes.Referindo-se ao Estado de natureza como uma condição na qual na falta de normatização cada um seria seu próprio juiz o que levaria a problemas.
O Estado seria criado para garantir que a liberdade dos direitos naturais,segurança e propriedade aos individuo.Contrário de Hobbes,Locke concebe a ideia da sociedade politica para manter os direitos naturais.
Rousseau,por outro lado foi mais além,glorificando os valores da vida natural,e exaltava a liberdade que o selvagem teria desfrutado na pureza do seu estado natural.Investigando,Locke estudou sobre a origem do poder politico e a existência do Estado.
Ele então defende a tese de que o único argumento politico para o poder é o pacto social.Onde cada um deve se submeter a vontade geral do povo que pertence,onde o interesse é o bem comum.

14)Que critica faz Hegel às concepções de Hobbes,Locke e Rousseau?
R:Ele criticou  a ideia de que a concepção liberal do Estado parte da ideia do individuo isolado e que depois se organizou a sociedade.Para ele,o individuo é um ser social e encontra seu sentido no Estado.

15)Como se prosicionam Marx e Engels em relação a teoria contratualista e liberal a respeito da origem e do papel do Estado?
 R:Para eles,em um determinado momento de desenvolvimento das sociedades humanas,certas funções administrativas antes feitas por um grupo de pessoas,passaram  a serem feitas  apenas por um grupo limitado de pessoas que detinham o força para impor normas de organização.Daí o Estado.
Essa separação pode ter ocorrido através de brigas por desigualdades sociais entre explorados e exploradores.
Assim o papel do Estado era controlar esses conflitos,porém o mesmo nasceu em meio a um grande conflito por isso acabou sempre aparentar defender os dominadores e não os dominados.

Nomes:Paola Cardoso -Nº29
            Paulline de Oliveira -Nº30
            Thays de Azevedo-Nº39
Turma:3006

6) Q




5 comentários: